Água potável

Aqui você pode apresentar sua empresa!

Bundesgesundheitsminister Hermann Gröhe: "Trinkwasserqualität weiter stärken" Änderung der Trinkwasserverordnung tritt in Kraft
Bundesgesundheitsminister Hermann Gröhe [...]
HTML Dokument [388.0 KB]
Download
Verordnung zur Neuordnung trinkwasser rechtlicher Vorschriften 1 Vom 3. Januar 2018
Neuer Datei-Download
Pressemitteilung: Änderung der Trinkwasserverordnung tritt in Kraft
180108_01_PM_BMG_Trinkwasserverordnung.p[...]
PDF-Dokument [142.2 KB]
Manual de aplicaciones del oz ono para el control de Legionella MANUAL DE APLICACIONES DEL OZONO PARA EL CONTROL DE LEGIONELLA
El presente manual ha sido elaborado en el marco de colaboración entre ainia, ITDI para
ofrecer una guía frente a los recurrentes rebr
otes de legionelosis que anualmente ocurren
en España y especialmente en la comunidad Valenciana.
Debido a ello, la Consellería de Empresa, Universidad y Ciencia de la Comunidad
Valenciana ha considerado el tema del tratamiento de las instalaciones de riesgo con
ozono como “de especial relevancia” y ha decidido financiar el proyecto OZOLEG que ha
sido culminado con la elaboración de este manual.
El “Manual de aplicaciones del ozono para el control de Legionella” va dirigido a todos
aquellos potenciales interesados en incorporar el uso del ozono como agente biocida en
d
manual_de_aplicaciones_del_ozono_para_el[...]
PDF-Dokument [317.3 KB]
Procedure for the acceptance of metallic materials for PDW 2 nd Revision 07.03.2016 ACCEPTANCE OF METALLIC MATERIALS USED FOR PRODUCTS IN CONTACT WITH DRINKING WATER
France, Germany, the Netherlands and the United Kin
gdom (4MS) work together in the
framework of the 4MS Common Approach as laid down i
n the Declaration of Intent
(January 2011). This common approach aims for conve
rgence of the respective
national approval schemes for materials and product
s in contact with drinking water.
The 4MS have adopted Part A of this document as a c
ommon basis for implementing
the concept of accepting metallic materials in thei
r national regulations. The document
is subject to revisions agreed by the 4MS.
Part B of this document includes a Composition List
of metallic materials accepted in all
of the 4MS following the procedure described in Par
t A.
Further information may be obtained from any of the
competent authorities of
4ms_scheme_for_metallic_materials_part_b[...]
PDF-Dokument [528.2 KB]

 

Umuntu GmbH

                                   
-------------------------------      
Anschrift      

Oderdorfstrasse 20

     
CH-8272 Ermatingen    
       
Kontakt  Deutsch    
  Telefon Fabio Hüther +41(0)795577915
  e-mail   fabiohuether@umunto.ch
       
Contact English    
  Fon Fabio Hüther  +41(o)795577915
  e-mail    fabiohuether@umuntu.ch


Neues Textfeld >>

Sit 0123-4

Água potável é a água que pode ser consumida por pessoas e animais que não possui substancias tóxicas sem riscos de adquirir doenças por contaminação. Ela pode ser oferecida à população urbana ou rural com ou sem tratamento prévio dependendo da origem do manancial. O tratamento de água visa reduzir a concentração de poluentes até o ponto em que não apresentem riscos para a saúde pública.

A palavra potável vem do latim potare que significa beber.

 

Etapas do tratamento

Torneira doméstica com água potável.

Cada etapa do tratamento da água pode representar um obstáculo à transmissão de doenças. O grau e o tipo de tratamento pode ir de uma simples desinfecção até um tratamento mais complexo, dependendo das condições do manancial que vai ser utilizado. Esses aspectos são estudados numa especialidade da engenharia hidráulica denominada de engenharia sanitária.

  • Coagulação - A primeira destas etapas é a coagulação, quando a água bruta recebe, logo ao entrar na estação de tratamento, uma dosagem de sulfato de alumínio(tânino em algumas estações de tratamento). Este elemento faz com que as partículas sólidas (sedimentos), sobretudo argila, iniciem um processo de aglomeração .
  • Floculação - Segue-se a floculação, quando, em tanques de concreto, continua o processo de aglutinação das impurezas, na água em movimento. As partículas se transformam em flocos mais pesados.
  • Decantação - A água entra em outros tanques, onde vai ocorrer a decantação. As impurezas, que se aglutinaram e formaram flocos, vão se separar da água pela ação da gravidade, indo para o fundo dos tanques.
  • Filtração - A próxima etapa é a filtração, quando a água passa por filtros com camadas diversas de seixos (pedra de rio) e de areia, com granulações diversas e carvão antracitoso (carvão mineral). Aí ficarão retidas as impurezas mais finas que passaram pelas fases anteriores.
  • Desinfecção - A água neste ponto parece ser potável, apenas sob o aspecto organoléptico, mas para maior proteção contra o risco de contaminações, é feito o processo de desinfecção. Pode ser feita através do cloro líquido, do cloro gasoso, do ozônio ou de outras formas. A cloração, serve para eliminar os germes patogênicos (nocivos à saúde) e garantir a qualidade da água até a torneira do consumidor.
  • Fluoretação - Opcionalmente, pode ser feita a fluoretação, quando é adicionado fluorssilicato de sódio ou ácido fluorssilícico em dosagens adequadas. Com o objetivo de reduzir a incidência de cárie dentária, especialmente nos consumidores até aos 12 anos de idade, período de formação dos dentes. Por ser arbitrária, essa pratica costuma causar certa polêmica nos EUA, devido ao fato de que, em cerca de 20% dos casos, causa algum tipo de fluorose infantil.
  • Correção de pH- A última ação neste processo de tratamento da água é a correção de pH, quando é adicionada a cal hidratada ou barrilha leve (carbonato de sódio) para uma neutralização adequada à proteção da tubulação da rede.

Entre a entrada da água bruta na Estação de Tratamento até sua saída, já potável, decorrem cerca de alguns segundos a 60 minutos , dependendo da qualidade da água bruta e do tipo de tratamento adotado.



Purificação de água

 

 

Molécula de Água (H2O).

A purificação da água ou potabilização é um processo que consiste no tratamento da água, a fim de remover os contaminantes que eventualmente contenha, tornando-a potável, isto é, própria para o consumo humano.

Dependendo da fonte da água, uma grande variedade de técnicas poderá ser empregada para esse fim.

Um dos nomes dado às unidades onde é feita a purificação de água é "estação de tratamento de águas", um nome que também é aplicado às unidades de tratamento de água residuais".

 

Fontes da água potável

A água para consumo público ou privado pode ser obtida de diversas fontes:

  • Água subterrânea profunda - aquela que emerge de alguns poços localizados profundamente no subsolo. Esta terá sido filtrada naturalmente pelas camadas de solo e de rochas, sendo normalmente rica em carbonatos e em cálcio, magnésio, cloretos, além de pequenas quantidades de ferro ou de manganês, o que torna esta água especialmente agradável para beber e cozinhar. Se as dosagens dos elementos químicos forem excessivas para o consumo humano elas podem requerer algum tipo de tratamento especial.
  • Água de lagos e reservatórios elevados - localizados na superfície terrestre, em áreas elevadas, onde são restritas as possibilidades de contaminação, se forem devidamente protegidas.
  • Águas de rios, canais e reservatórios de planície - na superfície terrestre, em áreas mais baixas, onde são maiores as possibilidades de poluição ou de contaminação

Nestes casos o tratamento, numa Estação de Tratamento de Água pode ficar mais complexo e caro.

 

Métodos de tratamento da água

  • Separação/Filtração - embora não sejam suficientes para purificar completamente a água, é uma etapa preliminar necessária.
  • Filtros de areia rápidos - o uso de filtros de areia de acção rápida, é o tipo mais comum de tratamento físico da água, para os casos de água de elevada turvação. Em casos em que o gosto e o odor possam vir a constituir um problema, o filtro de areia pode incluir uma camada adicional de carvão activado. Recorde-se que os filtros de areia ficam obstruídos após um período de uso e devem ser lavados.
  • Desinfecção - A maior parte da desinfecção de águas no mundo é feita com gás cloro. Porém, outros processos tais como hipoclorito de sódio, dióxido de cloro, ozônio ou luz ultravioleta, também são utilizados em menor escala, dada a complexidade, alto custo e eficácia aquém das necessidades sanitárias do mundo atual. Antes de ser bombeada para os tanques de armazenamento e para o sistema de distribuição aos consumidores, equipamentos de cloração garantem a manutenção de uma quantidade de cloro residual, que continua exercendo a sua função de desinfectante até o destino final. A cloração de águas para consumo humano é considerada um dos maiores avanços da ciência nos últimos dois séculos, podendo ser comparada com a descoberta da penicilina ou mesmo a invenção do avião.
  • Desinfeção solar ou SODIS (SOlar water DISinfection) - é um método de desinfecção da água de baixo custo que utiliza o raios ultravioleta do sol e garrafas plásticas do tipo PET transparentes.
  • Coagulação ou floculação - Neste processo as partículas sólidas se aglomeram em flocos para que sejam removidas mais facilmente. Este processo consiste na formação e precipitação de hidróxido de alumínio (Al(OH)3) que é insolúvel em água e "carrega" as impurezas para o fundo do tanque.

Primeiramente, o pH da água tem que ser elevado pela adição ou de uma base diretamente, ou de um sal básico conhecido como barrilha (carbonato de sódio):

  • Base: NaOH(s) → Na+(aq) + OH-(aq)+ (5) = 78(N3)
  • Sal básico: Na2CO3(s) → 2 Na+(aq) + (CO3)2-(aq)= 32+(Ho6)
    • CO32-(aq) + H2O(l) → HCO3-(aq) + OH-(aq)= 67+CB8

Após o ajuste do pH, adiciona-se o sulfato de alumínio, que irá dissolver na água e depois precipitar na forma de hidróxido de alumínio.

  • Dissolução: Al2(SO4)3(s) → 2 Al3+(aq) + 2 (SO4)3-(aq)
  • Precipitação: Al3+(aq) + 3 OH-(aq) → Al(OH)3(s)

Sedimentação: os flocos formados vão sedimentando no fundo do tanque "limpando" ela.

 

Outras técnicas de purificação da água

Outros métodos para purificar a água, especialmente para fontes locais são a destilação e a osmose, embora envolvam custos elevados e manutenção complexa.

Para o uso doméstico, utilizam-se desde a Antiguidade:

  • Fervura - A água é aquecida até ao ponto de ferver, mantendo-se a fervura por, pelo menos, cinco minutos, tempo suficiente para inactivar ou matar a maior parte dos microorganismos que nela possam existir. Este tipo de tratamento não elimina o vírus da hepatite A que só é destruído a mais de 120 graus Celsius.
  • Filtração por carbono - Utilizando-se carvão de lenha, um tipo de carbono com uma extensa área, que absorve diversos compostos, inclusive alguns tóxicos. Filtros domésticos podem ainda conter sais de prata.
  • Destilação - O processo de destilação envolve ferver a água transformando-a em vapor. O vapor de água é conduzido a uma superfície de refrigeração onde retorna ao estado líquido em outro recipiente. Uma vez que as impurezas (solutos) não são vaporizados, permanecem no primeiro recipiente. Observe-se que mesmo a destilação não purifica completamente a água, embora a torne 99,9% pura.
Homem 728x90
Crocs
Campanha 1 - Descontos Progressivos - 468X60
Tom Tailor - Ihr Onlineshop für sportliche, unkomplizierte Mode mit ausgewogenem Preis-Leistungsverhältnis
GIF 468x60 - BSB_GRU
JPG Camera 468x60
JPG 49 468x60
Banner Sale 468x60
JPG Seguro Auto 468x60
JPG Campanha Amarela 468x60
Natue - Vivendo em equlíbrio
Sommer Liquida 728x90
260312_beate_newarrivalscz4

WorldWideWaterWeb

Sie erreichen uns unter:

 

+49 2159/6998959

 

Nutzen Sie auch gerne unser Kontaktformular.

Aktuelles

Neuer Internetauftritt

Erfahren Sie jetzt auch im Internet alles über unsere Leistungen.

 

Alle Meldungen